quarta-feira, 28 de março de 2012

Chanel revisitado

amo marrom

segunda-feira, 12 de março de 2012

Chanel 2012

Grace Coddington (direita), Diretora de criação da Vogue América

Chanel 2012

Eva Hughes, CEO da Condé Nast Mexico and Latin America (esquerda) e Daniela Falcão, Diretora de redação da Vogue Brasil

A diretora de redação da Vogue em Paris

Emmanuelle Atl, diretora de redação da Vogue Paris e Jonathan Newhouse, CEO da Condé Nast International

desfile da coleçao da chanel 06.3.2012

O desfile da Chanel é sempre o ponto alto da Paris Fashion Week. Lá se reunem, a cada seis meses, literalmente todos aqueles que contam no mundo da moda. Quanto ao cenário, ele é sempre motivo que grande espectativa e, a cada show, um espetáculo em si. Para apresentar sua visão do inverno 2012-2013, Karl Lagerfeld transformou o Grand Palais num planeta mineral onde imensas esculturas representando cristais de rocha brotavam do chão e formavam um labirinto fascinante.
A designer americana, Jen Mescali, lançou uma bolsa especial para lembrar os dez anos do atentado terrorista de 11.09, que abalou os Estados Unidos. A peça, batizada de “Remember”, é de couro envernizado vermelho com alças caramelo. É uma peça de cor forte, mas sem referências claras ao acontecido, um assunto que ainda é traumático não só para o país, mas para o mundo. Porém, um detalhe chama a atenção: um enfeite em forma de chama, com uma frase gravada: “Each life is a miracle that changes the world and leaves it a better place than it was before” (“Cada vida é um milagre que muda o mundo e o torna um lugar melhor do que antes”). Jen, que perdeu o pai bombeiro no atentado, irá doar parte dos lucros da vendas das bolsas para o 9/11 Memorial Fund, fundo que ajuda as famílias das vítimas da tragédia e que irá construir um memorial no local onde ocorreu o ataque.